Quando falamos de quantas espécies de gatos existem atualidade possivelmente conseguimos nomear muito poucas, isto porque o mundo das raças felinas ainda não é bem conhecido pela maioria das pessoas. Por isso muitas só ouviram falar apenas de duas ou três raças como o Persa, o Angorá,ou o Siamês.

Saber quais são as espécies de gatos existentes para além de nos dar conhecimento geral, pode ajudar-nos a escolher um gato com o qual nos identifiquemos mais ou a entender o porquê de algumas características que reparamos no nosso gato.

A primeira associação dos gatos com os humanos da qual se tem notícia ocorreu há cerca de 9.500 anos. A subfamília Felinae, que agrupa os gatos domésticos, surgiu há cerca de 12 milhões de anos, expandindo-se a partir da África subsaariana até alcançar as terras do Egito. Acredita-se que o gato-selvagem-africano era seu antepassado imediato, no entanto evidências genéticas assinalam que os gatos domésticos atuais partilham uma procedência direta com os gatos selvagens do Oriente Médio

Apesar dos gatos serem um animal com muitos anos, muitas raças de gato que conhecemos surgiram recentemente, algumas de forma natural, e outras sendo desenvolvidas através de cruzamentos no intuito de promover um aprimoramento genético, ressaltando determinadas características físico-comportamentais.

No entanto, a verdade é que existem atualmente mais de 250 raças de gatos, que diferem pelo tamanho, tipo e cor de pelagem, temperamento, peso, cor dos olhos entre outras características.

As espécies de gatos podem ter uma grande variedade de cores e padrões e podem ser divididas em 3 categorias distintas: os de pelo longo, os de pelo curto e os sem pelo ou pele de pêssego. A cor dos olhos também pode estar relacionada a certas raça.Os gatos Persas (é uma raça de gatos), por exemplo, costumam apresentar a íris da mesma cor do pelo.

A verdade é que o número de raças felinas reconhecidas pode variar bastante dependendo da associação que faz a contagem das raças, pois as variedades de pêlo comprido e de pelo curto, de uma mesma raça, são consideradas como duas raças diferentes por uma associação, mas outras já incluem as duas variedades de pêlo na mesma raça. Assim, existem raças que são apenas reconhecidas por uma associação em específico.

Outro aspecto que varia são as raças mais populares de acordo com os países . Por exemplo, em Portugal, o Persa é a raça que mais se destaca, tal como o Americano de Pelo Curto nos Estados Unidos ou o Sagrado da Birmânia em França.

Seguem-se algumas das espécies mais conhecidas (algumas raças):

Gato angorá:
Os gatos da raça Angorá surgiram na Turquia Central, e é conhecido como animal dócil, amistoso e bastante curioso. Gostam de explorar e subir até pontos elevados em que possam observar o que os rodeia.

Bengal:
Este gato possui o seu corpo bem alongado.
É uma raça recente, derivada de cruzamentos induzidos entre gatos domésticos e o leopardo-asiático. Esses animais apresentam tamanho médio a grande, e pesam de 5,5 a 9 kg. Possuem um pelo curto, estrutura óssea bastante forte e uma cabeça relativamente grande, com contornos arredondados e ligeiramente comprida.

Bombay:
Surgiu na década de 1960 nos estados unidos por meio de cruzamentos entre diferentes gatos pretos de pelo curto americano. Estes gatos apresentam pelo completamente negro e curto, com textura aveludada, sem a presença de pontos brancos. Seu tamanho é médio, sendo o macho maior que fêmea. Sendo um gato sociável, necessita sempre de companhia, não se adapta bem à vida solitária.

Chartreux:
São gatos de olhos amarelos. Conhecidos por serem fortes, silenciosos e ágeis, são bons caçadores de pequenas presas, como os ratos.
Estes gatos apresentam coloração cinza-azulada, com pelos curtos, densos e grossos. Os gatos desta raça são muito silenciosos, de modo que raramente miam. São muito ativos e necessitam de bastante espaço físico para correrem, exercitarem-se.

Munchkin:
É um gato de pernas curtas e corpo alongado. É dócil, sociável e amável, também é ativo como outros gatos, mas não pula tão alto devido à pequena altura das suas pernas, que chegam a medir apenas um terço do tamanho observado nas outras raças. O tamanho do pelo é bastante variável, podendo ser longa ou curta, com várias tonalidades e cores diferentes.

Gato dos bosques da noruega:

Este gato, muito seguro de si, caracteriza-se por uma grande estabilidade temperamental. Sociável, de carácter fácil, calmo mas também brincalhão, aceita os seus congéneres, cães e crianças. A sua voz é doce. Rústico, robusto, desportivo, com uma flexibilidade surpreendente, é um trepador nato e um excelente caçador. Se viver num apartamento, torna-se indispensável adquirir uma árvore de gatos. O ideal seria que o animal pudesse dispor de um grande jardim, uma vez que a sua pelagem fica mais bonita quando o gato vive no exterior. A sua maturidade, muito lenta, só é alcançada entre os 4 e os 5 anos. Manutenção fácil. Deve ser penteado e escovado com regularidade para evitar a formação de nós. Durante a muda, que é bastante significativa, deve ser escovado diariamente.

1 Comentário. Leave new

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Fill out this field
Fill out this field
Por favor insira um endereço de email válido.
You need to agree with the terms to proceed

Menu