O Cão de Gado Transmontano é uma das raças de cães originárias de Portugal e desempenham um papel importante no meio rural e na vida dos pastores portugueses. Os pastores transmontanos, para serem indemnizados pelas ovelhas ou cabras mortas por lobos, precisam de provar que têm, pelo menos, um cão para cinquenta cabeças de gado. Em épocas remotas, este cão fixou-se nas regiões altas de Portugal, nomeadamente em Trás-os-Montes na qual tinha a função de proteger o rebanho contra predadores, como o lobo ibérico. Trás-os-Montes é uma região montanhosa, com campos íngremes de pastos e de difícil acesso rodoviário. , por ser bastante montanhosa, os pastores dependem da força e resistência destes cães para manter seus rebanhos sempre protegidos.

Devido ao seu historial possui e função, é um cão de grande porte em que a altura dos machos varia dos 75-85 cm e a das Fêmeas: 68-78cm, bem como seu peso que pode ir dos 60 aos 75 Kg nos machos e dos 50 aos 60 Kg nas fêmeas. Não obstante a sua corpulência é um cão de temperamento dócil, mas reservado. Apesar de dóceis e serenos, são também de espírito livre e independente, podendo apresentar alguns comportamentos territoriais e possessivos em relação aos donos e outros animais da família, com quem desenvolvem um vínculo muito forte. Têm um forte instinto de proteção e por isso podem ser teimosos e necessitar de um tutor com pulso firme, por causa disso não são aconselhados para tutores de “primeira viagem”.

cão gado transmontano

É importante que este tipo de cão receba treinos de obediência desde cachorrinho, de forma a controlar comportamentos indesejados. Em adulto esses comportamentos serão difíceis de controlar devido ao seu porte grande e extrema força.

O cão de Gado Transmontano é considerado forte e resistente, no entanto, é uma raça que exige exercício físico. Uma enfermidade comum em cães de grande porte, nomeadamente nestes, são displasia de quadril e cotovelo. Além disso, não é raro apresentarem o prognatismo, que consiste na má formação dos ossos da face, dentes e músculos. A sua esperança média de vida são 12 anos. O seu pêlo é liso e muito denso, necessitando apenas de uma escovagem simples a cada dois/três dias.


Curiosidades sobre cão de gado transmontano:

_ Das onze raças portuguesas, o Cão de Gado Transmontano é a que possui o maior porte.

_ Devido ao abandono das pessoas na região Trás dos Montes, o número de exemplares desta da raça desceu consideravelmente. Para responder a este problema, são realizadas anualmente exposições e programas que visam proteger e divulgar o Cão de Gado Transmontano. O trabalho desenvolvido no Parque Natural de Montesinho, onde as ninhadas são monitorizadas e postas à disposição dos pastores locais, tem sido muito profícuo para a preservação e apuramento da raça.

Para além da sua função original de guarda de rebanhos, o Cão de Gado Transmontano tem vindo também a ser usado como cão de guarda de propriedades.

Apesar de existir há muito tempo, apenas recentemente alcançou o reconhecimento do Clube Português de Canicultura. Agora, já só falta o reconhecimento da Federação Cinológica Internacional (conhecida pele seu nome em francês: Fédération Cynologique Internationale).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Fill out this field
Fill out this field
Por favor insira um endereço de email válido.
You need to agree with the terms to proceed

Menu