Labrador Retriever é a raça mais popular na América. Este cão de raça insere-se no Grupo 8 como ‘Cobrador de Caça’ (designação do grupo técnico da raça). Vamos agora conhecer mais de perto algumas características muito interessantes desta raça de cães.

Os colonos ingleses na Terra-Nova depararam-se com um cão preto usado pela população indígena e rapidamente perceberam  a sua utilidade. Chamados Cães de St. John, tornaram-se os antepassados da raça que conhecemos e adoramos hoje em dia como Labrador Retriever. Este nome foi-lhes dado em Labrador, no nordeste do Canadá, mas foram cruzados pela primeira vez, no sentido moderno, pelos ingleses. O Clube de Canicultura registou pela primeira vez a raça em 1903.

Os cães labrador têm um bom temperamento. São muito ágeis e ativos. Têm um excelente faro e uma paixão pela água. Ainda sobre esta raça, são cães fiéis e descontraídos, são companheiros excepcionais. Inteligentes, ativos e dóceis, com uma forte necessidade de agradar, são naturalmente amistosos e nunca agressivos.

O Labrador é um cão com capacidades inatas para a caça, em específico – recuperar caça (retriever do labrador). Para além disso, pode actuar com cão guia ou como cão de busca e socorro, tendo assim uma grande utilidade para a sociedade. Ainda assim, caes labrador são mais famosos por serem excelentes companhias familiares, em especial para as crianças.

O cachorro labrador é muito traquino e brincalhão, requer muita atenção para controlar o que vai roer ou escolher com o que pode brincar. Energia não lhe  falta e está sempre com disposição para entrar em brincadeiras. No entanto, se ficar muito tempo sozinho, vai certamente deixar estragos em casa ou no jardim.

No que diz respeito à saúde dos Labradores é frágil e, com a idade, pode notar-se alguns problemas. Muitas vezes, os criadores amadores cruzam cães com a mesma linhagem sanguínea, o que se traduz por ninhadas com problemas consanguíneos. É muito importante ter certeza que se contacta um bom criador e, se possível, observar o comportamento dos progenitores.

Os problemas de saúde mais comuns nesta raça de cães é a displasia coxofemoral e a displasia de ombros, que normalmente, são transmitidas geneticamente. Também pode aparecer doenças oculares.

Por estes motivos, o exercício físico é essencial para o equilíbrio psíquico e físico, assim como ter extremo cuidado na alimentação do labrador, visto que existe uma enorme apetência para a obesidade, pois tem um grande apetite.

Traços Físicos que identificam a raça:

  • Cabeça: larga, corte definido, sem face carnuda, “stop” acentuado;
  • Orelhas: não são grandes, nem pesadas, pendentes junto à cabeça, inserção posicionada atrás;
  • Corpo: dorso nivelado; rim largo, curto e forte; peito largo e descido com costelas arqueadas em semicírculo;
  • Cauda: apresenta-se com elegância, mas não deve recurvar-se sobre o dorso;
  • Pelagem: completamente preta (labrador preto), castanha (cor de chocolate) (labrador chocolate) ou amarela (do creme claro ao ruivo raposa);
  • Pelo: característica distinta da raça; curto e denso, sem ondulação, ou franjas, bastante duro ao toque, com subpêlo impermeável;
  • Altura: 55-57 cm;
  • Esperança média de vida: 13 anos

Sabia que: Como traço distinto, a cauda é muito espessa na base, afilando progressivamente em direção da extremidade. De comprimento médio e coberta por pêlo curto, espesso e denso sem franjas, produz um aspecto arredondado descrito como “cauda de lontra”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Fill out this field
Fill out this field
Por favor insira um endereço de email válido.
You need to agree with the terms to proceed

Menu