Labrador Retriever é a raça mais popular na América. Este cão de raça insere-se no Grupo 8 como ‘Cobrador de Caça’ (designação do grupo técnico da raça). Vamos agora conhecer mais de perto algumas características muito interessantes desta raça de cães.

Os colonos ingleses na Terra-Nova depararam-se com um cão preto usado pela população indígena e rapidamente perceberam  a sua utilidade. Chamados Cães de St. John, tornaram-se os antepassados da raça que conhecemos e adoramos hoje em dia como Labrador Retriever. Este nome foi-lhes dado em Labrador, no nordeste do Canadá, mas foram cruzados pela primeira vez, no sentido moderno, pelos ingleses. O Clube de Canicultura registou pela primeira vez a raça em 1903.

Os cães labrador têm um bom temperamento. São muito ágeis e ativos. Têm um excelente faro e uma paixão pela água. Ainda sobre esta raça, são cães fiéis e descontraídos, são companheiros excepcionais. Inteligentes, ativos e dóceis, com uma forte necessidade de agradar, são naturalmente amistosos e nunca agressivos.

O Labrador é um cão com capacidades inatas para a caça, em específico – recuperar caça (retriever do labrador). Para além disso, pode actuar com cão guia ou como cão de busca e socorro, tendo assim uma grande utilidade para a sociedade. Ainda assim, caes labrador são mais famosos por serem excelentes companhias familiares, em especial para as crianças.

O cachorro labrador é muito traquino e brincalhão, requer muita atenção para controlar o que vai roer ou escolher com o que pode brincar. Energia não lhe  falta e está sempre com disposição para entrar em brincadeiras. No entanto, se ficar muito tempo sozinho, vai certamente deixar estragos em casa ou no jardim.

No que diz respeito à saúde dos Labradores é frágil e, com a idade, pode notar-se alguns problemas. Muitas vezes, os criadores amadores cruzam cães com a mesma linhagem sanguínea, o que se traduz por ninhadas com problemas consanguíneos. É muito importante ter certeza que se contacta um bom criador e, se possível, observar o comportamento dos progenitores.

Os problemas de saúde mais comuns nesta raça de cães é a displasia coxofemoral e a displasia de ombros, que normalmente, são transmitidas geneticamente. Também pode aparecer doenças oculares.

Por estes motivos, o exercício físico é essencial para o equilíbrio psíquico e físico, assim como ter extremo cuidado na alimentação do labrador, visto que existe uma enorme apetência para a obesidade, pois tem um grande apetite.

Traços Físicos que identificam a raça:

  • Cabeça: larga, corte definido, sem face carnuda, “stop” acentuado;
  • Orelhas: não são grandes, nem pesadas, pendentes junto à cabeça, inserção posicionada atrás;
  • Corpo: dorso nivelado; rim largo, curto e forte; peito largo e descido com costelas arqueadas em semicírculo;
  • Cauda: apresenta-se com elegância, mas não deve recurvar-se sobre o dorso;
  • Pelagem: completamente preta (labrador preto), castanha (cor de chocolate) (labrador chocolate) ou amarela (do creme claro ao ruivo raposa);
  • Pelo: característica distinta da raça; curto e denso, sem ondulação, ou franjas, bastante duro ao toque, com subpêlo impermeável;
  • Altura: 55-57 cm;
  • Esperança média de vida: 13 anos

Sabia que: Como traço distinto, a cauda é muito espessa na base, afilando progressivamente em direção da extremidade. De comprimento médio e coberta por pêlo curto, espesso e denso sem franjas, produz um aspecto arredondado descrito como “cauda de lontra”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Fill out this field
Fill out this field
Por favor insira um endereço de email válido.
You need to agree with the terms to proceed

Menu