O nosso animal de estimação é o nosso melhor amigo e se protegemos a nós mesmos, faz todo o sentido protegermos também os nossos companheiros que estão sempre conosco e, cada vez mais, faz todo o sentido nos perguntarmos qual o melhor seguro para cães?

Para além de garantir que são mimados e alimentados podemos fazer um seguro de forma a garantir que nas alturas mais difíceis, quer por motivos de saúde, quer por questões de acidentes, conseguimos ajudar o nosso melhor amigo e dar-lhe toda a assistência que conseguimos de forma a prolongar a qualidade e o tempo de vida, de quem mais gosta de nós e nos acompanha.

O primeiro seguro para animais de estimação consta ter sido feito para a cadela Lassie, da famosa série de televisão.

Agora, na europa, já cerca de 25% dos animais de estimação têm seguro. Isso deve-se  aos avanços da medicina veterinária (conhecimento e tratamento de uma maior variedade de doenças e condições de saúde para animais que, por sua vez, englobam custos mais elevados) e também a maior recorrência dos animais aos veterinários, sobretudo para vacinação, desparasitação e tosquias. Outro motivo importante que leva os donos a fazer seguros para caes ou seguro pet é o facto de não podermos controlar a 100% as reações do nosso animal de companhia, o que pode traduzir-se em acidentes inesperados que podem pôr em risco o nosso pet ou terceiros, dependendo dos danos causados.

Esses fatores mencionados anteriormente fizeram com que ao longo dos últimos anos muitos produtos deste tipo surgissem no mercado e que empresas de seguros começassem a desenvolver novas apólices de seguros a preços e condições especiais para os cães.No entanto, por ser um conceito relativamente recente ainda levanta bastantes dúvidas por parte das pessoas.

Como a maioria dos produtos, os seguros para animais (cães) apresentam algumas vantagens e desvantagens que lhe vamos dar a conhecer:

Vantagens:

  • Possibilidade de poder dar ao cão tratamentos mais caros;
  • Personalizar o seguro;
  • Pagar de acordo com o risco associado à idade do cão.

Desvantagens:

  • Pode gastar mais no seguro do que o que terá em retorno.
  • Pode acabar por dar tratamentos ao cão que não são a melhor opção só por este estar contemplado pelo seguro.
  • É difícil ter seguros para animais mais velhos ou de determinadas raças.


Existem dois tipos de seguros para cães: o seguro de saúde e o seguro de responsabilidade civil.
Embora muitos produtos combinem ambos,tratam-se de coberturas distintas.
O seguro de saúde garante despesas relacionadas a serviços clínicos como, por exemplo: cirurgias,medicamentos, produtos clínicos, actos médicos veterinários,internamentos e tratamentos.
Já o seguro de responsabilidade civil cobre danos materiais e/ou corporais provocados a terceiros pelo seu cão e garantirá, dentro de determinados limites, o pagamento dessa indemnização.


Quase todas as seguradoras comercializam seguros para animais, os preços desses seguros dependem do tipo de seguradora, de animal e de seguro. Por exemplo: os produtos que combinam o seguro de responsabilidade civil e o seguro de saúde ficam,em média, para os cães de raças potencialmente perigosas, entre os € 100 e os € 250 anuais, e, para os restantes cães, entre os € 80 e os € 150 anuais. Mas nem todos os tratamentos são abrangidos variando,por exemplo, de acordo com a escolha do proprietário do animal, podendo até ficar limitado a alguns veterinários, de acordo com a sua localização geográfica.

Seguem-se alguns exemplos de seguros para animais domésticos que estão disponíveis.
-Seguro Cães e Gatos do Continente;
-Liberty Pet;
-Seguro Pétis do Millenium;
-Seguro de Saúde Animal da AnimaDomus.

No entanto, segundo a deco, o seguro com uma melhor relação preço/qualidade é o seguro N Pet Top DECO, disponível para cães e gatos com o custo de € 128,82/ano.

As suas coberturas são:

  • Responsabilidade civil de 50 mil euros.
  • Cobertura de cirurgia por doença ou acidente.
  • Guarda do animal por internamento do dono.
  • Eutanásia com capital de 250 euros.
  • Redução do período de carência para 7 dias em caso de cirurgia, com capital mais elevado do que a concorrência: € 1 750 por ano, com limite de € 1 000 por sinistro, doença ou acidente.
  • Possibilidade de reembolso de 70% da despesa por cirurgia, se não existir um prestador da rede convencionada num raio de 50 quilómetros.
  • Acesso a consultas, exames, tratamentos e vacinas com desconto, assim como em produtos e serviços (rações e tosquias).

Caso o preço do seguro para cães esteja fora do seu alcance, existem hospitais ligados a faculdades de medicina veterinária ou associações que têm consultas por valores reduzidos e podem ajudar a tratar da saúde do seu patudo.Com alguma pesquisa e dedicação conseguirá encontrar facilmente essas instituições que prezam pela saúde do seu fiel companheiro de uma forma mais económica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Fill out this field
Fill out this field
Por favor insira um endereço de email válido.
You need to agree with the terms to proceed

Menu